Que tal para as férias uma natureza exuberante, comida mediterrânea deliciosa, belezas de um povo feliz e um doce limoncello? Gostou? Portanto a sua próxima viagem será para Positano, localizada na Costa Amalfitana Italiana na Região da Campânia. Positano foi uma antiga vila de pescadores que sofreu diversas destruições em lutas entre povos, ataques piratas e maremotos, desde sua fundação no século IX. Assim, só prosperou a partir dos anos 50 com o turismo voltado aos projetos de famosos músicos, cineastas e escritores  que usavam a região como cenário e inspiração para suas obras de arte. Passaram por lá: Escher, Steinbeck, Picasso, Klee, Zeffirelli, Liz Taylor, Leonide Massine e o grande bailarino Rudolf Nureyev que passou os últimos anos de sua vida na ilha de Li Galli.

Positano

Positano ainda é um local de férias de intelectuais, artistas e celebridades italianas. Sabe aquele lugar que você não quer pensar em nada? Só desfrutar e curtir os momentos simples da vida, como o vento no rosto, o sol na pele, o sabor na boca, o cheiro no ar, a beleza do olhar e a suavidade do amor. Ai ai…Simples assim! Positano traduz a expressão italiana “Dolce Far Niente”, ou se preferir, o prazer de não fazer nada, recarregando energias, “resetando” a vida (já existe esse verbo em português rsrs?) fortificando o espírito, ficando de boa, limpando a mente, acalmando o coração, portanto, escolha o melhor significado que couber na sua vida, porque na minha tenho a certeza que é um “Momento Doce de Liberdade” sem culpa, sem cobrança e sem pretensão alguma.

Conhecendo Positano: Um lugar totalmente sedutor! Positano está entre Amalfi e Sorrento bem espremidinha entre as rochas com penhascos altíssimos e uma pequena faixa de praia cheia de encantos, com pescadores trazendo peixes frescos diariamente, turistas chegando e partindo via mar, moradores de casinhas coloridas cravadas nas rochas levando a vida calma num ritmo diferente dos visitantes que estão freneticamente consumindo tudo que Positano proporciona, tais como: igrejas, obras de arte, restaurantes, bares, cafés, sorveterias, lindas mercearias com produtos artesanais como azeites, vinhos, licores, doces e massas. Alguns artistas também estão por lá em ateliês e nas escadarias ao ar livre pintando e esculpindo peças da linda paisagem da Costa Amalfitana Mediterrânea. A principal igreja é a Santa Maria Assunta famosíssima por acolher uma imagem de Nossa Senhora Negra (Madonna Nera/Bizantina).

Positano_estrada

Relevo: Medo, medo e mais medo! Sabe aquele frio na barriga de perder a fala?  Essa é a estrada que te levará ao paraíso. Vocês não imaginam o medo que dá de andar por essa estrada super estreita, sinuosa com motoristas de ônibus malucos (muitos carros tem suas latarias raladas e os ônibus batem nos carros numa boa rsrs e só se escuta um SCUSI!), pois as cidades da Costa não possuem ruas, só essa estradinha que corta o paredão de rocha. Ui! Só de pensar me arrepia, mas gostei do perigo! Em Positano tem escadarias por todos os lados e calçadas somente para pedestres. O Parque Regional dos Montes Lattari localiza-se na parte mais alta da cidade e é possível subir pelos quase dois mil degraus. Quem vai primeiro? Ah! Muita calma, porque tem ônibus viu minha gente. Ufa!

Positano 3

Praias: As praias mais utilizadas em Positano são: a Praia Grande (Spiaggia Grande) que é o coração da cidade com aproximadamente 300 metros de comprimento e a mais badalada da Costa Amalfitana. Já a praia do Fornillo (Spiaggia del Fornillo) é mais tranquila, acessível por meio de uma trilha que parte da Praia Grande contornando o litoral e passando pelas torres de vigilância saracenas. Outras praias também calminhas são Arienzo e Laurito. As praias maiores possuem espaços “particulares” que são faixas demarcadas com taxa de uso (aproximadamente 12 euros) e disponibilidade de cadeira com guarda sol, toalha e bainheiro.

Montemare

Hotéis: Em Positano tem hotéis para todos os bolsos, mas como é uma cidade famosa pelo refúgio de celebridades e luxuosas luas de mel é claro que os hotéis sofisticados estão por toda parte. Ficamos (eu e meu marido) três dias no Hotel Montemare (4 estrelas/luxuosinho!) e três dias no Hotel Pupetto (3 estrelas/descolado). Os dois são hotéis maravilhosos, mas com propostas diferentes. O primeiro localiza-se no alto do penhasco com uma vista maravilhosa e um café da manhã super luxuoso com brioches que derretem na boca e um cappuccino italiano perfeito. O Montemare também possui um restaurante (Ristorante il Capitano) independente do hotel que vale a pena conhecer mesmo que você não esteja hospedado. As fotos seguintes também são do Hotel Montemare.

Montemare2

A sacadinha do nosso quarto foi a cereja do bolo, em estilo romântico e vintage (1950) com muitas flores e o vasto mediterrâneo de fundo era tudo que precisávamos na vida por aqueles três dias, sempre terminávamos a tarde tomando um gostoso vinho da região com pãezinhos artesanais feitos logo ali com fartas fatias de presunto parma preferidas do maridão mas nem tanto a minha, pois prefiro os queijos, ai ai…que saudade deles!

Positano_Pupeto

Já o Hotel Pupetto não é muito luxuoso, mas é muito confortável e cheio de encantos praianos, pé na areia com praia privativa de Fornillo (Spiaggia dell Fornillo) e escondido na ponta da praia central após o túnel e a torre de pedra. O caminho fizemos a pé (única forma de chegar ao hotel) margeando o mar azul e observando os penhascos com a fauna e flora do entorno. O cenário é muito romântico com muitos limões sicilanos pelo caminho, pequenas pontes floridas e alguns restaurantes incrustados nas rochas. O Hotel Pupetto também tem seu restaurante, mas experimentamos apenas a tradicional e gostosa pizza em uma noite fria.

Positano_restaurantes

Restaurantes: Positano é sinônimo de comida mediterrânea natural, saborosa e sofisticada que faz parecer tudo tão simples e único da Costa Amalfitana. São muitos peixes e frutos do mar frescos com ervas e vegetais locais. As massas tradicionais também predominam por todos os tipos de restaurantes dos sofisticados aos mais caseiros e intimistas. A maioria possui alpendres floridos para os clientes aproveitarem o sol do verão.

Vida Nautica

Vida Náutica: Positano não possui portos nem marinas para ancoragens de barcos, mas tem uma vida no mar bem movimentada. Os barcos passam pela cidade para embarcarem e desembarcarem passageiros em um pequeno píer, os destinos são inúmeros passeios pela região, os mais famosos são para a chiquééérima Ilha de Capri (Isola di Capri) e Ilhas de Li Gall (local da lenda onde as sereias tentam enfeitiçar Ulisses…). A cidade mais próxima de Positano com marina é Amalfi 16 km (sentido sul) ou Sorrento 18 km (sentido Norte). Os grandes navios turísticos também passam pela cidade, mas os mais comuns são barcos particulares, veleiros e pequenos barcos de pescadores. Sempre me deparava com alguns corajosos fazendo mergulho, passeios de caiaque e nado matinal, mesmo sendo início do verão a água estava MUITOOO gelada! Fizemos um único passeio com duração de 1h e 20 minutos na nossa despedida com destino a Salerno (possui um grande porto) e em seguida seguimos viagem para o sul da Itália de trem.

final_Positano

Vida: Com muita alegria de ter conhecido Positano me despeço de vocês e confesso que no final desses bons momentos vividos oque me resta pensar é “tentar” entender melhor a vida, pois alguns preferem “glamourizar” a vida ao extremo e outros simplificar a vida ao máximo, mas é obvio que todos tem o mesmo objetivo, a FELICIDADE e essa felicidade pode estar na areia da praia onde todos se encontram e façam valer a pena viver descobrindo pessoas, culturas e histórias diferentes das nossas em cenários surpreendentes como a Costa Mediterrânea.

Ah! Quando vocês forem para o paraíso não esqueçam do meu presentinho, tá? Pode ser um limoncello, pois o meu já acabou a muito tempo!

Arrivederci!